segunda-feira, 25 de agosto de 2008

A CASA

passava horas no quarto. ás vezes pensava em comprar um cachorro. mas não gostava muito de animais. na verdade tinha medo deles. queria ter um cavalo. esse era o único animail que ela achava sincero. partilhava segredos como de costume. queria alguma coisa. escrevia mais uma vez. procurava as palavras perfeitas. tocava os sentimentos abstratos. os sussurros eram apenas abafados. abria as portas. fechava as janelas. decidiu fazer um café. andou descalça até a cozinha. o cheiro daquela casa era tão familiar. era composto de lembranças. de quimicas. e expressões. as paredes eram vermelhas. amarelas. e brancas. o chão era frio. e as portas eram de madeira. tinha um banco no quintal. gostava de sentar lá algumas noites. pensar no dia. reverter as horas. a TV falava mais alto que ela. e o rádio a tirava para uma dança. tão cavalheiro. dizia palavras bonitas na orelha dela. rimas copiadas. tons alterados. e ela se entregava ali. no quintal. na sala. na cozinha. desejava pelas mãos. braços. pernas. os cabelos soltos. os olhos limpos. vestia um shorts. e uma camiseta. se sentia bem na sua essência. molhou os lábios. agora com água bem gelada. acendeu as luzes. precisava se iluminar. olhou algumas fotos. sentia saudade. percebeu o tempo. e resolveu que já era velha demais pra esperas. queria ser livre. e seria...

5 comentários:

Camilla Tebet disse...

Parece que estamos todos falando de tempo. "percebeu o tempo". Perceber o tempo é viver. CAda minutinho é uma percepção do tempo e vida, não é? E ai vêem os cheiros, as lembranças, a química.
Será que eu ando obcecada com o tempo? Ou ele comigo?
passa...passa....

A Senhora disse...

e era livre...
liberdade de escolhas 'e o que temos.

beijinhos

Alexandre Henrique disse...

Casa com a sabedoria que só uma casa possui. Aproveitar o cômodo, e liberta-se no tempo de sua escolha.

Camilla Tebet disse...

Ps. deixei uma pergunta pra vcs no meu último post. Não costumo deixar esse tipo de mensagem, mas essa é só pra matar a curiosade. Se tive rum tempinho, passa lá.

Rico B. disse...

tenho a mesma sensação da camilla. parece que estamos todos falando de tempo. e quando iso traz lembranças... nossa!