terça-feira, 19 de agosto de 2008

: confidências,

: listei algumas curiosidades da minha vida.
já quis voar. e me estrepei numa queda que ia da ponta do sofá ao chão.
já gostei de lasanha. comi tanto que enjoei.
já troquei comida por doce. faço isso até hoje.
já quebrei os dois braços. um jogando futebol e o outro caí do cavalo.
já quis ir pra outro país. um dia vou.
já andei de bicicleta. e caí também.
já fiz diversos esportes. mas o que mais gostei foi equitação.
já escrevi histórias. e joguei no lixo depois.
já assisti filme de terror. hoje não me arrisco a passar noites com medo.
já dormi lendo livro. e perdi a página certa depois.
já tomei multa. e briguei com o policial.
já comi pipoca de madrugada. e depois fiquei com fome.
já andei de patins. mas depois troquei pelo skate do meu irmão.
já passei cola. mas sempre tive medo de colar.
já guardei segredos. que me lembro até hoje.
já quis ser gente grande. quando era criança.
já dirigi sem carta. e uma blitz me parou.
já bebi demais. e passei mal depois.
já cantei. embora tenha conseguido apenas espantar os ouvintes.
já pensei em desistir. mas continuei logo depois.
já declarei amor. e fui correspondida.
já dormi tarde. e acordei cedo.
já fiz cócegas no meu irmão. só pra ver ele sorrir.
já mudei de cidade. e voltei pra casa no final.
já escolhi cores. que hoje não me agradam mais.
já esqueci nomes. e lembrei do rosto.
já tomei banho de chuva. e vi o sol nascer.
já passei noites chorando. de saudade.
já contei carneirinho pra pegar no sono. mas não durmi.
já tive febre. alergia. e melhorei depois.
já senti medo. e descobri que isso é normal.
já fugi de casa. e voltei dois minutos depois.
já me dediquei a solidão. agora não gosto de estar só.
já usei sapato alto e baixo. e descobri que gosto mais de ficar descalça.
já furei fila. e fui vaiada.
já fui em show. teatro. e cinema.
já briguei. e perdoei depois.
já fui amiga. irmã. amante.
já fui minha. e hoje sou dele também.
já quis casar. mas tenho medo de deixar o colo do papai.
já pedi beijo pra mamãe. e ainda peço.
já passei noites pensando e não cheguei a nenhuma conclusão.
já trabalhei. e depois resolvi estudar.
já tive bonecas. e joguei futebol.
já tive amigas. que hoje não vejo mais.
já telefonei no meio da noite. e falei com a caixa postal.
já comi batata frita com sorvete. e gostei.
já fiz promessas. e não cumpri.
já fui. já sei. mas sou. e ainda vou saber.
já tive experiências. desavenças. eloqüencias. confusão. direção. coração. mãos. abraços. pedaços. beijos. desejos.
tive a mim e ao mundo. fui de alguém. ou só. tive casos. descasos. histórias. memórias. lembranças. já senti. mas ainda não sou um todo. um tudo. sou uma parte. sou eu. sou meu. sou teu. sou. o que vivi. a história que fui personagem. ou mesmo expectadora. mas meu filme não acabou. estamos apenas numa vírgula. no ponto de reticências. num até breve. ou volto logo. num amanhã que já é hoje. ou foi ontem. enfim, ainda serei mais. terei mais. amarei mais,

4 comentários:

Alexandre Henrique disse...

De ¨:confidências ¨ até um reconhecimento corajoso da vida...¨ amarei mais,¨ tudo o que eu posso sentir é uma: poesia traduzida: de ponto e vírgula; de traje translúcido....
entre algumas curiosidades:
eu também tenho medo de colar:P
quando quebra e tb quando eu não sei de nada ...:)
este texto tb compartilho com um monte de minhas curiosidades..

A Senhora disse...

Que moleca!!!
Bom não posso falar nada...
já fui terrível... e continuo sendo. E o ponto final, sempre vamos dar um jeito de chutar lá para frente.

bjs

Rico B. disse...

já rejeitei comida achando que o gosto seria ruim, já assinei por meu pai no boletim, já quebrei um vaso e jurei que não havia sido eu. daí virei um bom menino e continuei fazendo tudo. só que assumidno. *rs

Mariah disse...

quando comecei a escrever precisava de "pontos", "vírgulas", "espaços e parágrafos"...aí me libertei e os pensamentos pulavam com letra minúscula e sem ponto final...fica bem melhor deta forma...
lindo querida...
quanta coisa você já fez hein?
beijos
mariah